domingo, 15 de março de 2009

A Melhor Companhia

Como é bom estar só. É um prazer inexplicável que eu descobri faz pouco tempo. Aliás descobri recentemente, como é gostoso aproveitar minha própria companhia.
Tem coisas na vida que a gente faz quando está só, como por exemplo, ler um livro. Não tem programa melhor pra mim do que ficar no meu quarto, com o ventilador ligado, deitada na minha cama, lendo um bom livro. Leitora voraz que sou, chego a ler aproximadamente uns oitenta livros por ano. Para mim não tem programa, que eu troque por uma boa leitura.
Outra coisa que eu tenho feito sozinha e me dá enorme prazer é ir ao cinema. Para mim, não há sensação melhor do que sentar na poltrona do cinema com a minha pipoca e esquecer que tem um mundo lá fora. Ninguém falando comigo, só eu e a tela do cinema interagindo.
Por mais que eu ame estar em boa companhia de amigos ou do meu bem querer, eu sou alguém que preza pela liberdade e pelo seu espaço. Eu sou muito caseira. Eu gosto de ficar na minha, de me recolher, de hibernar, de ficar no meu lugar. Detesto aglomerações e lugares fechados com muita gente gritando me dão até pânico, pode acreditar!
Não é sempre assim, mas a minha natureza é tranquila e caseira. Há quem diga até preguiçosa.
E aprendi a desfrutar o prazer de estar só. De fazer as coisas sozinhas e é tão bom. Descobri que tem momentos que são só meus, que só os meus olhos podem enxergar e as coisas que eu vivi são só minhas. Ninguém poderá tirá-las e nem vivenciá-las por mim. Só eu. Pois elas pertencem apenas a mim.
Eu nunca me senti tão completa quando estive no Cristo Redentor, contemplando a sua figura, agradecendo, fazendo planos, tirando eu mesma as minhas fotos, que nem no Pão de Açúcar, onde eu pensei: "Nunca estive em tão boa e própria companhia!".
A minha despedida da cidade maravilhosa foi um passeio à sós, comigo mesma pelo calçadão de Copacabana. "Felizes são os que caminham todos os dias aqui." E quem não seria?

A vida é assim. Nascemos e morremos sozinhos. Cabe a nós somente, aproveitar os momentos bons que a nossa própria companhia pode nos proporcionar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário