quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Vida louca, vida breve

Adoro os especiais "Por Toda a Minha Vida" e na última quinta-feira foi apresentado o especial sobre a vida do Cazuza. Gostei, comecei a vê-lo, mas acabei dormindo, achei bem interessante, mas como não consegui assisti-lo até o fim, acessei o Youtube para vê-lo na íntegra.

Um artista talentoso, exagerado, como diria sua música. Alguém que conseguia mostrar o melhor e o pior de si. Morreu jovem (por que os bons morrem cedo?), mas deixou um legado: sua música.

Sedutor, bonito, gostava de homens e "mulheres de todos os sexos", como deixou escapar um famoso apresentador da Rede Globo de Televisão, ele tinha uma vida inteira pela frente se não fosse a "maldita". Esta ainda desconhecida numa época em que todos pensavam ser imortais, as pessoas se amavam meio que livremente, pensando que ninguém era de ninguém...

Cazuza foi corajoso enfrentando o preconceito, mostrando sua cara e lutando até os últimos momentos de sua vida... Não foi fácil a sua batalha.

Sua vida foi, como eu diria, uma vida louca, vida breve...

Nenhum comentário:

Postar um comentário