sábado, 27 de novembro de 2010

E agora, Dadinho?

Dadinho fica apreensivo e pensativo após o beijo com Lindinha e queria que tudo voltasse ao normal. Assim queria Lindinha. Eles mal conseguem se olhar no elevador, como faziam antes. Mas eles se pega pensando em Lindinha e em como seria se os dois dois ultrapassassem a barreira do beijo.

Não, pensou Lindinha. Sim, ela queria. Não, repensou Lindinha novamente, tinha medo de se machucar. Não podia fazer isso, além do mais, refletiu Lindinha, havia outros fatores que os impediam. E eles bem o sabiam.

Mas por outro lado, Dadinho também estava confuso.

Poderiam os dois ficarem juntos como mais do que amigos?

Lindinha e Dadinho estariam fadados a viver apenas do mundo dos sonhos e da imaginação? O que aconteceria aos dois amigos que agora ultrapassaram a barreira da inocência?

Dadinho não para de pensar... mas ele tem medo de estragar algo que é bonito, mas também em algo que pode tornar-se lindo. Ele quer Lindinha, mas sua cabeça está muito confusa . No fundo de seus pensamentos, ele quer passar dos limites imaginados e sonhados por ambos.

E agora, o que fará Dadinho?

Dadinho vai para casa dormir e esperar sonhar e acordar com uma resposta enviada pelos seus e espera que Lindinha entenda este momento delicado vivido por Dadinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário