quinta-feira, 24 de março de 2011

Afinal, se vestir para quem? Ser mulher e feminina

Qual é a mulher vaidosa no mundo que não gosta de estar bem vestida, bonita, perfumada e bem cuidada? Eu sou uma vaidosa assumida e não poderia ser diferente. Eu gosto de estar bem vestida, perfumada, maquiada e com as unhas feitas. Mesmo naqueles dias em que não estou muito inspirada, as unhas, pelo menos eu tenho que fazer! Posso até andar de havaianas, mas o meu cabelo ou a minha unha tem de estar impecável. Perfume, então, não saio de casa sem.

Tem dias que eu me visto melhor, estou melhor maquiada e tem uma coisa nas pessoas que me incomoda muito. Quando elas vem uma mulher assim, arrumada, bem cuidada, acham que está assim por causa de alguém.

Diversas vezes já me perguntaram ou comentaram, o porquê de eu estar tão bem apresentada. As perguntas e comentários são diversas.

- Por quê estás tão bonita? Estás apaixonada?
- Estás tão linda... Deve ser porque estás amando.
- E esta produção toda? É para o namorado?

Nossa, quanta bobagem! Será que as pessoas tem que se arrumar para alguém? Será que elas precisam de um motivo para estarem bonitas? Será que amor-próprio e autoestima não poderão ser um grande motivo para as pessoas se tornarem atraentes?

Esta postura de pessoas que pensam este tipo de coisa me perturba, pois ao que me parece, se gostar não é um motivo para estar bem arrumada.

Estes dias me perguntaram se eu estava gostando de alguém. Eu respondi que sim e estava namorando. Comigo mesma. Foi o sufiente para deixar-lhes boquiabertos. Seria eu louca por estar tendo um caso de amor comigo mesmo?

No meu ambiente de trabalho há pessoas tão relaxadas com a sua própria aparência que ao verem um vestidinho, um saltinho ou um batom, já acham que é porque tem homem no meio. De certo está, para elas esse é o normal, nos vestirmos para os maridos, namorados, paqueras e não para nós mesmas. Não vale o simples fato, de querermos nos sentirmos bem conosco, temos que estar bem para alguém ou por algum motivo.

Muitas mulheres deixam de lado sua feminilidade por confundir desleixo com conforto. Não deve ser assim. Há diversas maneiras de ser feminina sem ser perua, de se vestir confortavelmente sem apelar para a breguice e o descuido.

Não é porque eu sou casada que eu vou estar sempre com aquela roupa de fazer faxina em casa. Não é porque eu sou mãe que vou preciso deixar de me depilar. Não é porque eu lavo louça todo dia que eu vou deixar de fazer as unhas. Não é porque eu sou professora, que eu vou estar sempre de abrigo. Não é porque eu não tenho tempo, que vou deixar de feminina!

Podem achar o que quiser, mas a aparência para mim, é o cartão de visitas das pessoas!

Um comentário:

  1. Concordo.Mas muitas mulheres ainda vivem suas vidas para os maridos,namorados,etc.Acho que a mulher deve se dar mais valor e parar de pensar que só vive se tiver um homem junto.Sinceramente falando nem pra ter filho mulher prescisa de homem XD.

    ResponderExcluir