segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Um Dia para Lembrar

Nunca esquecerei os meus últimos dias letivos do ano passado. O clima foi pesado! Eu estava me sentindo sobrecarregada com tantas tarefas escolares, afinal de contas, eu comecei a trabalhar 60 horas.

Não foi muito fácil me adaptar a uma nova rotina, pois de repente fui chamada em um novo concurso e resolvi assumir e preenchi minha carga horária com 60 horas semanais.

Ser professora nunca foi fácil, é extremamente desafiador. O ano passado, em especial foi bem desafiador. Houve momentos em que eu cheguei a cogitar jogar tudo para o alto, tamanho estresse, mas o meu bom senso nunca me permitiu e nem me permitiria agir de tal maneira.

Tenho dificuldades para me adaptar a novos ambientes, principalmente no que tange a trabalho. E no ano passado eu iniciei  a trabalhar em uma nova escola e com novos colegas. Na verdade eu tinha duas realidades, uma escola onde todos já me conheciam e outra onde recém estava começando.

Confesso que enfrentei muitos problemas tanto com os alunos quanto com os professores, tudo pelo problema de adaptação. Eu até que sou bem descolada quando chego nos lugares, mas desta vez foi diferente, sinto que demorei um pouco para ser aceita.

Havia dias que achava que não iria suportar tamanha provação, mas o tempo foi passando, o final do ano letivo chegou e eu me propus a neste ano fazer tudo diferente. Seria mais tolerante, faria "ouvidos de mercador", tentaria não me estressar e apenas tentar fazer o meu trabalho da melhor maneira que eu pudesse, já que na meu ver, naturalmente já sou bem dedicada aquilo que faço.

O resultado de tal mudança me proporcionou um dos meus melhores momentos na minha carreira como professora, fui escolhida a paraninfa das turmas que em sua grande maioria haviam sido meus alunos no ano em que eu entrei. Para mim isto foi mais que uma homenagem, e sim uma prova de superação.

Posso dizer que neste ano, diferentemente do outro, fechei com chave de ouro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário