quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

IMULHER.COM

Adorei este site:
http://www.imulher.com

É cheio de dicas de beleza, moda, tutoriais de maquiagem, técnicas e truques de maquiagem, unhas, unhas decoradas, cabelo e saúde feminina. Este site também dá conselhos sobre relacionamentos, sexo e matrimônio. Ele é bem abrangente. Gostei muito dele, por isto estou compartilhando com vocês, mulheres.

Estão curiosas? Então deem uma passadinha lá!




sábado, 1 de dezembro de 2012

Esmaltinhos Queridos

Oi pessoal, hoje estou com vontade de falar de unhas, ou melhor de esmaltes, aliás faz tempo que não falo deles. Se vocês soubessem quanta coisa eu tenho para falar, não ficaria só nos esmaltes não!  Mas com tanta correria, ainda mais agora no final do ano, a minha vida se resume só a corrigir provas de recuperação e fechar médias. Mas acreditem com tanta atividade nunca deixo de reservar um tempinho pra aquele que considero meu ritual sagrado: fazer as unhas!

Desde novinha eu sempre tive esta vaidade e preocupação de estar com as unhas bem feitas, com o passar dos anos, não tive mais paciência de eu mesma fazer minhas próprias unhas e passei a frequentar os salões. Primeiramente eu só fazia os pés, mas depois comecei a fazer tudo nos salões. E sempre fui muito exigente. É difícil achar uma boa profissional, mas já encontrei muitas que são ótimas. E já tenho algumas em salões diferentes, caso não tenha onde recorrer. 

Havia uma época que eu só pintava a mão de francesinha, de vez enquanto usava os escuros. E no pé sempre clarinho. Pouquíssimas vezes, ousei passar um vermelho. Acho chamativo.

Atualmente meus gostos estão bem diferentes. Eu gosto de variar nas unhas das mãos, usar cores bem vibrantes, diversificadas, raramente uso clarinho ou nude. 

Tem cores que gosto bastante e estão entre minhas favoritas e outras que evito. Adoro vermelhos, rosados, coral, alaranjados, turquesa e não sou muito fã de roxo, amarelo, telha e verde.



Esta cor se chama "Grande Atração", da Colorama e é faz parte do time das minhas cores preferidas.


Este marrom eu achei lindo. Eu tinha visto um parecido nas unhas da Giovana Antonelli e estava cobiçando 
há algum tempo. Achei parecido. Se chama "Raiz", da coleção "África", da Colorama.

Este, sem sombra de dúvidas, é o meu favorito para usar no pé! Eu quase sempre uso este, chego até levá-lo na bolsa, caso não tenha no salão. Chama-se "Fumaça" da Colorama, também.

Nossa, hoje além de falar de unhas e de esmaltes parece até que eu fiz propaganda dos esmaltes da Colorama, hein? E pior que nem tinha me dado conta que sem querer fiz papel de garota-propaganda da Colorama, hehehe!

Já que que o cachê eu não vou ganhar, bem que uns esmaltinhos eles poderiam me mandar, né? 
Sonhar não custa nada...

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Sou vadia mesmo

Gente, não se assustem! Eu como professora pública municipal de adolescentes e jovens e adultos, jamais pronunciaria tais palavras assim na internet. Que fique bem claro, o título da minha postagem de hoje faz parte de uma fala que escutei em minhas andanças como educadora de jovens e adultos e acreditem, mesmo com o mundo de hoje em dia, me espantou.

Estava eu em sala de aula completando meu caderno de chamada enquanto meus alunos do grupo dos que estudam à noite realizavam tranquilamente uma tarefa de pesquisa que lhes cobrava extrema concentração.
Me chamou a atenção duas jovens alunas, que desde o momento que puseram o pé na sala de aula não pararam de conversar. Era quase impossível não escutar suas conversas, mesmo com a tentativa de falar mais baixo, já que a turma inteira estava compenetrada em silêncio realizando a atividade.

O teor do assunto começou com os bailes funks que elas frequentavam e pretendiam participar. Nada mal para duas jovens garotas de 18 anos, se uma não estivesse grávida de quase 7 meses. Nas festas, ela dizia não se incomodar com a gravidez ou o tamanho da sua barriga. Ela dizia que ficava com os meninos e que se perguntassem se estava grávida, dizia, se não, deixava que eles pensassem que ela estava "gordinha" mesmo.

A outra menina, que parecia um anjo de candura, foi a autora do título da postagem de hoje, pessoal. Acho que fiquei chocada, porque jamais imaginei que esta mocinha, que me parecia tão recatada, fosse capaz de dizer "Sou vadia mesmo!", além das outras coisas que eu ouvi ela dizer. Ela não teve pudor de dar a entender a outra que às vezes ela "cobrava 50 reais, já que ia fazer mesmo, pra que fazer de graça". E ainda incentiva a outra a seguir seu exemplo, mas a outra dizia que não tinha coragem de "fazer estas coisas". E aí foi que a menina replicou, sem nenhum pudor de estar em sala de aula, com a professora, com meninos, com senhoras e outas meninas de sua idade mesmo: Sou vadia mesmo!

Aí nem eu, nem alguns alunos ficamos calados. Quase como um coro, fizemos um "SHHHHHHHHHHH",
mas as meninas ainda assim continuaram a conversa, até fui obrigada a me meter e pedir que cessassem aquele assunto extremamente constrangedor, que já estava demais, não era o lugar e nem o momento para elas terem aquele tipo de conversa.

Sabe, eu até pensei em dar um sermão, conversar com as gurias sobre ter mais respeito com elas próprias principalmente para os outros a respeitarem, mas sinceramente, pensei com meus botões, vai adiantar?
Por mais que eu tente e eu já me dei muito mal por isso, eu não vou mudar o mundo... Eu posso até tentar, será válida a tentativa, mas é o máximo que eu poderei fazer. Educação vem de berço, exemplos se tem em casa e com esta idade fica difícil querer moldar uma personalidade que já esta praticamente formada.

Sinto uma mistura de frustração com tristeza por ver a realidade destas meninas. O que elas esperam da vida? O que querem? Não estou querendo bancar a moralista, nem puritana, mas propor uma reflexão do porquê  de tal comportamento destas jovens. Por enquanto, me sinto como que de mãos amarradas, sem saber o que fazer.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Caixas da Glossybox com desconto: uma boa surpresa

Muitos já experimentaram esses novos serviços de assinatura de planos para receber mensalmente em casa produtos de beleza e maquiagens. O conceito em si é bem interessante já que é uma forma mais barata de se ter acesso aos últimos lançamentos em cremes e cosméticos. Conforme notado pela revista Marie Claire, entre as várias opções no mercado on-line, a Glossybox se destaca pela qualidade de seu serviço e dos produtos oferecidos. Por exemplo, na linha Premium, é possível receber em casa, todos os meses, miniaturas das marcas Kérastase, Guerlain, Lancôme Paris, Clinique, Senscience, Calvin Klein, Carolina Herrera, entre outros, por menos de R$50,00 mensais. O melhor disso tudo é que a assinatura pode ser cancelada a qualquer momento, não deixando o consumidor preso ao serviço caso já não se interesse mais pelo mesmo. Mas para as amantes de um bom cosméticos fica difícil perder o interesse... Confira aqui todas as marcas e produtos da loja.
A possibilidade de se obter diversas novidades de beleza por um preço especial torna a proposta da loja ainda mais irresistível... Agora, já se podem resgatar cupons de desconto para essa loja. Basta acessar esse portal, que oferece gratuitamente cupons, e utilizá-los ao escolher um plano da loja que melhor lhe convir. Bem, é só aproveitar e ficar linda!

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

domingo, 30 de setembro de 2012

Hebe: Uma Estrela a Brilhar

Ontem recebi a triste notícia que Hebe Camargo havia falecido. Fui pega de surpresa, apesar de saber que ela estava doente, não imaginava receber esta notícia assim tão de repente.

Estes dias havia lido em uma revista semanal que ela voltaria a trabalhar no SBT e esta semana que passou ela fez o primeiro e último programa de volta à sua antiga emissora. Acho que foi uma despedida.

Eu assisti muito aos programas da Hebe, ultimamente não tinha mais tempo de assistir televisão devido a minha corrida e atarefada jornada. Quando ela fazia parte do elenco do SBT eu assistia seus programa e gostava muito. Gostava dos programas e da apresentadora. Além das entrevistas e atrações do programa o que eu mais gostava era de sua autenticidade, que lhe era tão peculiar. Ela era tão autêntica e sincera. A maneira como ela se reportava ao seu público a tornava íntima daqueles que lhe assistiam. Como alguém já falou postumamente, tudo que ela dizia, por pior que fosse, saindo de sua boca parecia mais doce.

A imagem que eu sempre vou guardar de Hebe Camargo é de uma mulher chique, glamorosa, extremamente  religiosa e sempre cercada de amigos. Alguns dos melhores amigos de Hebe, infelizmente já faleceram. Nair Belo, sua amiga por mais de 50 anos, também foi uma figura marcante em novelas e no humor. Para mim  amizade de Hebe, Nair e Lolita Rodrigues foi algo marcante. Imagina só ter amigas de uma vida toda e cheia de histórias para contar?

A velhice é triste pois com todos os problema que a idade traz, ainda tem o fato de que muitas vezes os idosos vão vendo seus amigos partir. E fica aquela expectativa de que um dia ele também vai partir. Como já disse o mestre do humor Chico Anísio, eu não tenho medo da morte, mas tenho pena. Tenho pena de ver as pessoas que amo partirem, assim como tenho pena de deixar as pessoas que amo e não acompanhá-las em conquistas e vitórias na vida.

Acredito que Hebe teve uma vida muito feliz. A lembrança que ela deixa é de uma pessoa que brindava a vida como uma festa, um acontecimento, algo a comemorar.

"Linda de viver!" É com esta frase que eu termino esta postagem que não deixa de ser uma homenagem a esta "gracinha" que com certeza está sentada em seu sofá branco lá no céu, nos assistindo celebrar o nosso show que é a vida.

Hebe: Uma estrela a brilhar

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Esmalte Cibele

Finalmente encontrei um esmalte com meu nome: Cibele. E eu que apenas sonhava como seria se eu tivesse um esmalte meu,  com uma cor em homenagem a mim ou algo parecido, quase nem acreditei quando avistei em uma loja de cosméticos este esmalte da Sabrina Sato, Passe Nati, da coleção Mythos. E como Cibele era uma deusa grega, meu nome ganhou um nome de uma cor de esmalte.

Confesso que à primeira vista, não gostei muito da cor, mas ao pintar minhas unhas com ele, gostei do resultado, assim como também foi muito elogiado. A durabilidade não é lá uma Brastemp, mas ao menos este esmalte tem uma boa cobertura.


Esta cor me lembra muito o Desfecho, da Colorama e pretendo usá-lo mais vezes.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Nova Coleção de Esmaltes Avon Color Trend

A Avon está com duas novas coleções de esmaltes e eu antenada em unhas e esmaltes como sou já fui conferir. Tem a coleção "Conto de Fadas às avessas" e "Todo dia é dia de festa".

Resolvi postar este vídeo para vocês conferirem e matar a curiosidade desta coleção e matar a curiosidade com o desfile, no Nails Fashion Week. É simplesmente encantador!




E este aqui que estou usando é da coleção "Conto de Fadas às avessas", Maçã Envenenada. É lindo, vibrante e tem uma durabilidade incrível. Gostei e recomendo. Em breve testarei outros destas duas coleções. 


quinta-feira, 13 de setembro de 2012

sábado, 8 de setembro de 2012

Paraísos Artificiais

Ontem assisti ao filme brasileiro "Paraísos Artificiais", estrelado por Nathalia Dill, que vive uma DJ e tem um caso com uma menina bem descolada, mas ao longo do filme, a DJ se apaixona por um artista que ainda não sabe bem o quer da vida.

O filme retrata o universo das festas raves e o uso das drogas sintéticas feito por jovens de classe média.

Cheio de momentos sinestésicos - que estimulam os sentidos - o filme apresenta cenas um tanto quanto sensuais. As cenas de sexo são longas e bem explícitas, mas não se tornam pornográficas. São bonitas, pois são bem filmadas.

Mais do que mostrar o uso de drogas, o longa também retrata as suas consequências. Além de entreter o expectador, a história também o perturba e faz com que lhe levante questões internas.

Vale a pena assistir. Paraísos Artifíciais, cujo o título foi inspirado no livro de mesmo nome de Charles Baudelaire (1821-1867).  Eu recomendo.


Frases de Calar a Boca

      
       A natureza deu-nos duas orelhas e uma só boca para nos advertir de que se impõe mais ouvir do que falar. Zenão de Cítio Zenon

Só entende o valor do silêncio quem tem necessidade de calar para não ferir alguém. Rousseau

Contra o calar não há castigo nem resposta. Miguel Cervantes

Na boca do mentiroso, até a verdade é suspeita. Jacinto Benavente y Martinez

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Unhas Bonitas

Fiz uma seleção de fotos com unhas bonitas...


Ploc, da Impala 

Tropical, da Realce 

Preto Night, da Datelli

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Unhas vermelhas e sexy

E falando de unhas bonitas, olha só que lindo ficou este vermelho claro, super aberto, da L'Apogee. Este é o Superbacana e tem secagem rápida. Gostei bastante da cor e da qualidade do esmalte, com certeza eu recomendo esta marca e a durabilidade também é muito satisfatória. Esta cor tem um apelo bem sexy e combina perfeitamente bem tanto para a noite quanto para o dia-a-dia.


Há quem diga que esta cor lembra bastante o Atrevida, da Colorama, mas sem aquele cintilante do Atrevida, pois o Superbacana é bem intenso e cremoso.

sábado, 25 de agosto de 2012

Unhas Azuis

Parece que eu só pinto as minhas unhas de azul, mas é que para mim tão incomum eu pintar destas cores diferenciadas que quando eu pinto, resolvo postar. Estas cores eu não me lembro o nome, mas é da marca 
Nail Lacquer. São dois tons de azul, sendo que o da filha única é holográfico. Apesar de ser um esmalte bem caro, não o achei boa qualidade. Demora para secar e ainda fica todo marcado, mesmo que já esteja seco. 

Para mim não adianta, eu ainda prefiro os esmaltes nacionais...




domingo, 22 de julho de 2012

Completa como quê?

"Gentem", estes dias peguei um táxi e fiquei passada! Fiquei rosa, azul, amarela, verde, azul-bebê, rosa-chiclete! Olha, nem sabia onde enfiava a cara... Nem mesmo eu, com todo o meu humor escatológico, consegui deixar de ficar encabulada ao ouvir o que o taxista me falou. Foi engraçado, confesso, mas na hora eu fiquei é louca de sem graça.

Estava eu em um táxi quando avisto um carro tão sujo, mas tão sujo, que nem a placa conseguíamos enxergar. Aí comentei com o taxista:

- Nossa, este ganhou de mim! Está mais sujo do que meu carro!

E o taxista replicou:

- Isto me faz lembrar de uma piada que um humorista de stand-up comedy de um programa do Multishow contou.

E lá foi ele me contar a piada:

- O camarada foi abastecer o carro que tava tão sujo em um posto de gasolina e o frentista perguntou: "Completo com quê?"

E eu já fui me antecipando:

- E aí ele ofereceu uma lavagem de cortesia, né?

E o taxista respondeu:

- Não, ele disse: "Completo com quê? com barro ou com bosta?"

Ainda bem que eu já estava descendo e não precisava pegar o troco! Putz, fiquei sem palavras, me pegou de surpresa... Se fosse alguém que eu já conhecesse talvez eu soltasse aquela gargalhada, mas vindo assim de uma pessoa desconhecido soou esquisito.

Hehehe! Bota esquisito!

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Filha Única

Hoje resolvi fazer uma coisa diferente na manicure, a filha única. Filha única é nada menos que pintar a unha do dedo anular de uma cor diferente enquanto as outras são esmaltadas da mesma cor. Fica lindo!

Eu escolhi uma mistura de azul turquesa e azul bebê que ficou muito legal. Os dois são da marca Hits, sendo que o turquesa eu lembro que da coleção TiTiTi Mabi e o outro eu não lembro, mas é da Hits também.


No pé eu também resolvi mudar. Eu costumo usar sempre o Fumaça da Colorama, mas hoje testei uma cor bem diferente das que estou acostumada a usar no pé. No pé eu nunca uso cor, mas uma vez que outra, não custa tentar,  né?

Esta cor escolhida foi Pier, da Impala.



Espero que tenham gostado das minhas dicas. Beijos e até a próxima postagem!

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Paixão por esmaltes



Uma das minhas paixões são os esmaltes. E eu, vaidosa como sou, não dispenso uma unha bem feita. Para mim é sagrado fazer as unhas toda a semana e de preferência variar as cores dos esmaltes.
Há muito tempo eu abandonei os clarinhos e agora prefiro apostar em cores vibrantes.
De um tempo para cá resolvi alternar os tons nude, avermelhados e rosados mais tradicionais com tons de verde e azul. Sabe que tal ousadia até deu certo? Gostei...

Esta cor que vocês estão vendo é linda e combinou muito bem com meu tom de pele! Chama-se "NewYork" da coleção de esmaltes da Ana Hickman.

Volta e meia irei postar algumas cores de unha que ficaram entre "minhas favoritas".
Espero que gostem também!

Beijos e até a próxima postagem.

Reflexão para dia dos namorados

Reflexão pós dia dos namorados:

No Carnaval todo mundo quer estar solteiro;
No Dia dos Namorados todo mundo quer arranjar namorado;
Mas no Dia de Finados ninguém quer morrer!

sexta-feira, 1 de junho de 2012

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Um agregador de compra coletivas


Um agregador de compra coletivas...


Quem adora compra coletiva não pode deixar de conhecer o portal do  Dsconto, um site que reúne todas as melhores ofertas em compras coletivas do país em um só lugar. Escolha sua cidade e categoria de interesse e tenha nas mãos todas as ofertas em vigor sem precisar entrar em todos os sites separadamente. O site também funciona como um guia de compras com muitas dicas para os mais diversos tipos de produtos e muitos cupons promocionais! Não deixem de conferir.



Manual da Mulher bem Resolvida



- 1º -
Se ele se interessou, ele liga!!!! 
É isso mesmo, quando o cara quer,
  não tem projeto importante, 
morte da tia ou trânsito maluco que o impeça
  de te convidar pra sair.
- 2º - 
 Passou uma semana sem ouvir notícias dele? 
Esquece, parte para outra!
  Ligar para saber se tá tudo bem, nem pensar!
  Homem que tá perdido merece ser encontrado morto
  no apartamento, e pelo zelador do prédio,
  porque os vizinhos não agüentam mais o fedor de carniça....
- 3º - 
 Vocês saíram e ele não ligou mais.
 Foi porque você cedeu? Ou foi porque você não cedeu? 
Na verdade, pouco importa.
 Se o que ele estava a fim era de sexo, e rolou, ótimo!
 Sexo é que nem pizza: bom-até-quando-é-ruim.. 

Mas se você não cedeu, ele provavelmente
 não te procurou mais porque achou que ia dar muito trabalho.
 Ou seja, pare de se atormentar porque transou ou não!!!
 Duas lições: dar uma de difícil 
depois de uma certa idade já era !!!
 Ridículo é fazer tipinho!!!
 E além do mais você vai se arrepender 
de ter cedido e de não ter cedido....
 - 4º - 
Homens Comprometidos - diga não!!! 
A relação dele tá em crise, péssima,
 só falta oficializar o fim??? Ótimo!
 Se ele quiser continuar infeliz, dane-se!
 Senão, ele termina de uma vez e depois te procura,
 combinado?
- 5º - 
 Ouviu aquela clássica: "Você é boa demais pra mim..." 
Acredite, amiga! É mesmo!!!"
 Descarte o cidadão
 e pare de bancar a Madre Tereza de Calcutá!
- 6º - 
  Não tente...
Não dá pra namorar um cara
 pelo qual você não tem um mínimo de admiração.
- 7º - 
 Traição...
Não continue com um cara que te chifrou
 se você não agüentar a onda de ser traída de novo.
 E olho vivo se ele já foi infiel com outras.
 A gente sempre acha que com a gente vai ser dferente....
Esqueça!!! Nunca é!!!
E atenção! A "Fila Anda"!!! "
Pior do que nunca achar o homem certo,
 é viver pra sempre com o homem errado"

Nosso lema a partir de hoje:
"O homem que não dá assistência
Abre a concorrêncencia
e perde a preferência."

quinta-feira, 8 de março de 2012

Assim deve ser...

Se sou amado,
quanto mais amado
mais correspondo ao amor.

Se sou esquecido,
devo esquecer também,
Pois amor é feito espelho:
-tem que ter reflexo.

Pablo Neruda

sexta-feira, 2 de março de 2012

A lenda do galo de Barcelos


Há muitos, muitos anos, realizou-se em Barcelos uma grande festa em casa de um dos homens mais ricos da terra, para a qual vieram convidados de muitos pontos do país e mesmo da vizinha Espanha - homens ricos,
letrados, gente da nobreza.

Durante o jantar foram servidas as mais requintadas iguarias, os melhores vinhos da região. O tempo passava agradavelmente. Por entre o murmúrio das conversas, ouvia-se o tilintar de copos, risos de convivas.

Terminado o jantar, quando os convidados se encontravam já no salão e soavam os primeiros acordes indicando o início do baile, deram os criados por falta de um valioso serviço de prata. Quem teria sido? Quem não teria sido? Havia que proceder com precaução, sem causar alvoroço entre os presentes. O dono da casa chamou o mordomo, interrogaram os criados.  Todos os indícios apontavam como culpado um dos convidados. Chamado à parte, e embora protestasse a sua inocência, foi preso e, mais tarde, considerado culpado pelo tribunal e condenado à morte.

Apesar das provas esmagadoras contra ele, o condenado reafirmava estar inocente e juiz decidiu dar-lhe uma última oportunidade de se defender, provando não ter sido ele a cometer o roubo. Foi então que o acusado reparou num galo, já morto, que estava dentro de um cesto ao lado do juiz. E no seu desespero exclamou:

- É tão verdade eu estar inocente, como este galo cantar!

Mal havia terminado de falar, o galo cantou mesmo e ele foi posto em liberdade. Hoje em dia o galo de Barcelos, de barro colorido, é conhecido até no estrangeiro e lembrará para sempre esta lenda.

Um dos símbolos de Portugal é o galo de Barcelos

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Menstruação - Um período que eu gostaria de pular

Boa noite, hoje estou um tanto quanto irritada! Que ninguém atravesse na minha frente porque eu atropelo! O motivo da minha irritação é totalmente hormonal. Não é TPM, o motivo da minha irritação é menstruação mesmo.

Não sei se existe alguém no mundo que odeie tanto a menstruação quanto eu. Acredito que nenhuma mulher goste. Também pudera, menstruar além de incômodo, traz alguns transtornos. E a mudança de humor é um deles. Acho que só gosto de menstruar caso esteja preocupada como uma gravidez não desejada. Aí menstruar se tornar até um alívio!

Hoje em dia, graças aos absorventes internos e à pilula anticoncepcional, o período menstrual é menos incômodo. Mas nem sempre foi assim.

Eu tinha 12 anos a primeira vez que eu menstruei. Eu ainda era bem criançola, apesar de já ter um corpo bem feminino. Eu estava brincando de bonecas, quando resolvi ir ao banheiro e vi que havia uma mancha amarronzada na minha calcinha. Eu já imaginava o que era, apesar de não terem me falado sobre o assunto. Em casa nunca houve uma conversa do tipo "vamos falar sobre menstruação". Eu acho que graças à um ótimo habito que até hoje eu cultivo com orgulho - a leitura -que eu tomei ciência do assunto.

Lembro também de alguns episódios que precederam minha menarca, que me deram alguns sinais de que iria menstruar logo. Um deles foi minha primeira visita ao ginecologista. Ele me examinou e disse que não demoraria muito até eu ter minha primeira menstruação. Outros são muito íntimos para eu compartilhar com vocês, mas enfim, todos me davam vislumbres de que tal momento estava próximo.

Ao perceber o vestígio de sangue, saí do banheiro e avisei para minha mãe e para minha irmã mais velha. E elas me disseram que eu deveria colocar um "modess" - nome que eu uso até hoje para denominar absorvente externo. Elas me deram um objeto retangular acolchoado, um tanto quanto grosso. Parecia que eu estava usando uma almofada no meio das pernas. Não gostei. Não gostei de menstruar. Não queria crescer, queria continuar brincando com as minhas bonecas, sem ter que usar aquela pseudo-fralda. Tirei e disse que iria usar um papel higiênico dobrado como forro. É claro que não deu certo e eu fui na farmácia com meu pai comprar um absorvente que tivesse mais haver comigo. Nenhum combinava!

Por anos eu brigava todo mês com meu período menstrual. Eu sangrava muito e por um tempo bem longo comparado a hoje. E eu sempre "vazava". Quantas vezes eu tive que sair de moletom amarrado na cintura, por que tinha sujado a calça na escola. Eu lembro que um dia eu levantei da cadeira e só vi a cadeira suja de sangue. Que saco! Pior do alguém ver um "modess" na tua mochila e ficar debochando, era alguém notar que a tua bunda estava quadrada porque tu estavas usando um. A época de colégio não foi fácil! Hoje em dia, como educadora ao relembrar, acho todas estas preocupações tão bobas. Afinal de contas, é uma coisa normal e que todos, independente do sexo e da faixa etária, devem respeitar e compreender.

Demorou muito tempo até eu descobrir a praticidade dos absorvente internos. Antes deles, já deixei de fazer muitas coisas e na falta deles, já passei algumas situações bem constrangedoras. Uma vez eu fui para a praia e deu o azar de eu ficar menstruada - isso sempre me acontece! Eu deveria ter uns 14 anos. Apesar de estar "naqueles dias" não deixei de colocar um maiô e ir para praia. Na hora de voltar para casa eu me perdi, não achava o caminho de volta para casa e decidi ir numa casa pedir informação. A dona da casa ficou mais preocupada com o meu estado, porque corria sangue perna abaixo e ela achou que além de estar perdida, eu  ainda estava ferida. Depois disso eu não repeti mais a dose e passei a frequentar a praia e a piscina apenas quando não estive mais "de vermelho".

Anos depois, ao experimentar os absorventes internos, foi como ter descoberto o ouro. O incômodo diminuiu uns 90%. A pílula também ajudou bastante pois além de deixar a minha pele com menos espinhas, diminuiu o meu fluxo, o que para mim já é mais um consolo para ter de passar por algo tão chato!

E então meus queridos amigos homens, agora espero que vocês compreendam porque ser mulher às vezes é tão complicado. Não é fácil passar por tanta chatice e manter sempre o bom humor. As vezes nós surtamos e nada mais compreensível que pelo menos uma vez por mês, vocês sejam mais condescendente conosco. Ou vocês gostariam de passar por tudo isso?

Sinceramente, eu pudesse seria um "período" que eu gostaria de pular.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Princesas na luta contra o câncer

Está circulando na internet uma imagem das princesas da Disney carecas. Não há precisão de data nem origem desta imagem que é uma justa homenagem a todas as mulheres que lutam contra o câncer e perdem seus cabelos -maior símbolo de vaidade feminina- como consequência do tratamento com quimio e radioterapia. Esta imagem simboliza a luta feminina de inúmeras mulheres a quem podemos chamar de verdadeiras princesas e guerreiras.

Meu blog é totalmente solidário às mulheres que bravamente combatem esta doença, que eu espero que neste ano, apresente numerosos avanços na medicina. 

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Para animar o dia

Adoro as músicas da cantora Colbie Cailat! Suas letras e melodias são tão divertidas e inocentes. Há várias delas que aprecio, como Midnight Bottle, Falling for You, Bubbly, Lucky e You got me. Mas se fosse eleger uma canção bem alto astral, escolheria esta daqui, que é para alegrar bem o dia!

Seize the day!




quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Pedras no Caminho

Posso até ter mil defeitos, viver ansiosa e me irritar algumas vezes, mas não esqueço de que a minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não" e dizer "bem, pelo menou tentei." Viver é arriscar.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que esta seja injusta...

"Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo."
Fernando Pessoa

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Vermelho...

Assistam este vídeo de um programa policial que eu encontrei no Youtube. É engraçado, prestem atenção no momento que o repórter pergunta onde ele foi agredido. É de se matar rindo!

10 sinais de que ele não merece um segundo encontro

As 10 sugestões abaixo são do site The Stir. Confira:

1 - Não é generoso com gorjetas: se não dá gorjeta condizente com o serviço, pode ser um indício de egoísmo. Será que seria mesquinho em outras situações, inclusive com você?

2 - Chama os pais de "papai" e "mamãe": pode ser só um costume ou indicar uma relação infantil e de dependência. Preste atenção!

3 - É desrespeitoso com ex-namoradas ou ex-esposas: ninguém precisa ser amigo da ex, mas deve ao menos respeitá-la. Pessoas inteligentes aprendem com relacionamentos antigos.

4 - É rude com garçons: qualquer um que é rude com garçons ou atendentes pode ser assim com você também.

5 - Não lê livros: ler indica que o pretendente é intelectualmente curioso, um bom indício.

6 - Fuma: os malefícios do cigarro são amplamente divulgados. Quem fuma e, principalmente, não tem vontade de deixar o vício de lado, não se importa com a saúde.

7 - Não faz atividade física: cuidar da saúde e do corpo é fundamental.

8 - Despreza as mulheres: fique atenta a comentários desrespeitos sobre mulheres. Busque alguém que saiba valorizar a parceira.

9 - Não se interessa pelas notícias: um homem desatualizado fica para trás. As conversas tendem a não ser muito agradáveis.

10 - Não viajou ou não tem desejos: viajar é um indício de curiosidade intelectual. Quem vive sem sonhos e nem ao menos deseja conhecer novas culturas só mostra ser acomodado.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Como descobrir se teu amigo é gay

Este é um vídeo muito engraçado que encontrei. Pertence ao grupo De 4 é Melhor e essa é uma cena da comédia Não Durma de Conchinha, adaptada pra internet. Assista e veja como fazer os testes com seu amigo que você sempre teve dúvidas!


quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Há amor nos casamentos de antigamente

A divagação do dia de hoje é sobre o casamento. Eu não tenho sequer conhecimento de causa para argumentar sobre este assunto já que eu não sou, nem nunca fui casada.

O que eu proponho nesta postagem será apenas uma reflexão. Ainda existe amor nos casamentos de antigamente?

Às vezes me pego observando casais e os que mais me chamam atenção são aqueles formados por um casal de velhinhos que ainda andam de mão dada. Esta cena me enternece, pois fico pensando o quanto há espaço para o afeto nestas relações. Como é bonito ver que ainda há amor, companheirismo e admiração mútua depois de tanto tempo casados.

Esta semana me emocionei ao conversar com um parente que perdeu a esposa depois de 60 anos de casado.   Ao falar sobre ela, seus olhos se mostravam marejados, principalmente enquanto dizia que ficara ao seu lado até o momento da morte dela. Eu achava que estas coisas só existiam em filmes, mas cada vez mais me convenço do contrário.

Há algum tempo também venho observando um velho casal que todos os dias passa na frente da minha casa, sempre abraçados um ao outro, ainda que um deles utilize a bengala. Este mesmo casal tem um ritual que na minha opinião, serve de exemplo para os jovens casais, para que não caiam na mesmice ou se acomodem.
Todos os dias eles tomam um café na padaria, sentadinhos em uma mesa ar livre, rindo e conversando sobre amenidades.

Outra coisa que eu acho difícil é ver um casal de velhos beijando na boca, mas acreditem eu já presenciei esta cena! Teve até quem batesse palmas e elogiasse como era bonita tal demonstração de amor em público.

Para concluir esta reflexão eu lhes deixo aqui uma mensagem: Para amar não há idade.



domingo, 22 de janeiro de 2012

Homem é tudo igual


Um homem tinha três namoradas e não sabia com qual delas deveria se casar. Resolveu, então, fazer um teste para ver qual estava mais apta a ser sua mulher.
Tirou R$ 15 mil do banco, deu R$ 5 mil para cada uma e disse:
- Gastem com o que quiserem.
A primeira foi ao shopping, comprou roupas, jóias, foi ao cabeleireiro,salão de beleza, etc.. Voltou para o homem e disse:
- Gastei todo o seu dinheiro assim para ficar mais bonita para você, para lhe agradar.Tudo isso porque amo você.

A segunda foi ao mesmo shopping, comprou roupas para ele, um CD player,uma televisão tela plana, dois pares de tênis para jogar basquete, tacos de
golfe e filmes pornô.
Voltou para o homem e disse:
- Gastei todo o seu dinheiro assim para lhe fazer mais feliz, lhe agradar. Tudo isso porque amo você.

A terceira pegou o dinheiro e aplicou em ações.
Em três dias duplicou o investido, retornou os R$ 5 mil para o homem e disse:
- Apliquei o seu dinheiro e ganhei o meu. Agora, se eu gastar, não será do
seu dinheiro. Tudo isso porque eu amo você.
Então o homem pensou,

Pensou….
Pensou….
Pensou….
P ensou…
Pensou….
Pensou….
Pensou …
Pensou….
Pensou…
Pensou..
Pensou….
Pensou…..
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
CALMA!!!!
(homens demoram para pensar….)
Pensou….
Pensou….
Pensou.
Pensou….
Pensou….
Pensou ……
Pensou ….
Pensou….
Pensou….
Pensou…..
Pensou….
Pensou ….
Pensou….
Pensou.
Pensou….
TÁ QUASE CHEGANDO A UMA CONCLUSÃO!!!
Pensou….
Pensou …..
Pensou….
Pensou.
Pensou….
Pensou….
Pensou ….
Pensou….
Pensou.
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou ….
Pensou….
Pensou.
Pensou….
Pensou….
Pensou …..
Pensou….
Pensou.
Pensou….
Pensou….
Pensou …
Pensou….
Pensou….
Pensou.
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou …


E escolheu aquela que tinha a bunda maior!!
Porque homem é tudo igual mesmo!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Alguém para contar a História

A postagem de hoje eu dedico a uma pessoa que neste dia merece toda a pompa e circunstância. Pois para ela hoje é um dia de comemoração, celebração e consagração. Hoje ela verá que todos seus seus esforços em aproximadamente 6 anos não foram em vão, pois esta pessoa tem garra e é guerreira. Para ela adversidades não significam obstáculos.


Todos homens morrem, mas, nem todos vivem... 

Para quem o conhece, saberão de quem estou falando, mas para aqueles que ainda não, sou capaz de profetizar que em nome da História, um dia seu nome será conhecido.

Fabio Aurélio Secco Carrion

Com ele eu aprendi muitas histórias, aprendi que o papel de um historiador não é apenas é mostrar a história a partir de seu ponto de vista. O papel fundamental do historiador é valorizar e organizar os fatos históricos, pois tais fato, não se destacam por si próprios e o historiador tem este poder de classificar um fato, seja ele grandioso ou pequeno, com o mesmo grau de importância o qual colocam em evidência a subjetividade e a parcialidade. E eu posso dizer que o Fabio faz lindamente.

Com ele aprendi não só histórias, mas muitas coisas que levarei para o resto da vida. Além de suas histórias, ele sempre tem conselhos bons  e uma palavra amiga para dar. Com ele não tem tempo ruim, com sua simpatia e bom humor, ele está sempre disposto a ajudar.

Quem diria um dia, seríamos tão amigos! Tudo começou através de uma foto que a minha irmã me mostrou. Ela estava apaixonada por ele e me perguntou o que havia achado do futuro namorado. Eu lhe respondi que não havia gostado da cara daquele cabeludo e que achava que ele só queria se aproveitar dela. Minha opinião mudou em relação a isto já que pouco tempo depois, no primeiro dia dos namorados que passaram juntos, ele presenteou minha irmã caçula, sua namorada, com um enorme ursinho de pelúcia. Um panda, que é um de seus animais preferidos.

Com o tempo, vendo o jeito que ele tratava minha irmã, vi que seu ar tímido não era arrogância e dei uma chance de também gostar do meu novo cunhado. E a partir de então viramos os melhores amigos. Não tem quem não goste do "Fabinhos" - como minha sobrinha Isabel, o apelidou - dos mais velhos até os mais novos. É só ele chegar e as crianças já estão em sua volta. Todos são fãs do Fabio!

Dizem que cunhado não é parente, e para mim o Fabio é muito mais que cunhado. É meu amigo, meu irmão. E hoje eu lhe dedico esta homenagem e o desejo de que de hoje em diante, este seja apenas o início de uma caminhada cheia de vitórias.

"Quando dois corações se amam de verdade": Grazi e Fabio

Piadas gauchescas

A Filha do Gaúcho:
A menina tinha comprado um vibrador, mas não queria que o pai soubesse.
Depois de algum tempo ocorreu o inevitável: O pai entrou no quarto da filha e viu
ela sentada no vibrador.
- Minha filha! O que e isso?!
- Pai, entende isso, o vibrador é o melhor marido que eu poderia querer!
- Não reclama, não acorda de mau humor pela manhã, não chega em casa
bêbado, me come na hora que eu quiser ...
- Bem minha filha, vendo por esse lado até que você esta certa.
E ficou por isso mesmo, certo dia, a menina chega da escola e vê o pai sentado
no vibrador com uma cuia de chimarrão na mão.
- Pai! Que viadagem é essa?
- Bah! Mas qual é o mal de tomar um chimarrão com meu genro?


Ô galo velho, tchê!
Um gaúcho está em frente ao espelho da sala e sua mulher sentada vendo televisão. Ele, olhando para o espelho, fala sobre si mesmo:
- Ô galo velho, tchê!
Então dá uma viradinha, fica de perfil e, continuando a olhar o espelho, fala novamente:
- A la pucha! Mas ô galo velho, tchê!
Agora ele vira de costas e olhando para o espelho fala:
- Ô galo velho, tchê!
Sua mulher, já de saco cheio pois estava prestando atenção no filme da televisão, grita enfurecida com ele:
- PORRA, vivente! Dá pra tirar este espanador do rabo e continuar limpando o móvel?

Momento reflexão

Momento reflexão: 

Por que o filho da mãe que jura para você de pés juntos que não se apaixona, não casa, não tem filhos e ODEIA compromissos, é aquele que, um mês depois que some de sua vida, aparece casado, pai de gêmeos, de aliança no dedo e barriguinha de cerveja, no maior "sou casadinho e passo meus sábados na frente da TV com a mulherzinha"?

A lenda de Layli e Madjnun

A história de Layli e Madjnun é uma das lendas mais populares do Oriente Médio.

No início nada havia; depois, houve. Antes de Deus, não existia ninguém.

Os jovens amantes se conhecem na escola e se apaixonam perdidamente.Madjnun fica tão obcecado de amor por Layli que ele não pode esconder suas emoções. Ele começa a escrever poesias que descrevem seu amor por ela, e recita seus poemas a cada transeunte.

O pai de Madjnun tenta pedir a mão de Layli em favor de seu filho, mas o pai de Layli se recusa dá-la, já que  ele acredita que Madjnun é um louco e que está destruindo a reputação de sua filha por suas declarações de amor aberto em cada esquina. O pai de Madjnun, então o leva em uma peregrinação, mas ele não consegue esquecer Layli e intensifica sua loucura.

Nesse meio tempo, Layli é incapaz de sair de casa, pois os poemas de Madjnun fizeram dela objeto de fofocas das pessoas e a intenção do pai Layli  é mantê-los separados a todo custo. Um homem chamado Ebn-e Salaam pede ao pai de Layli sua mão em casamento, mas é dito que ela é muito jovem e que ele deveria voltar em alguns anos.

Madjnun deixa tudo e vai para o deserto viver uma vida miserável. Sempre que via uma gazela ou outra presa qualquer caindo em alguma armadilha, ele corria para soltá-las e logo os animais passaram e rodeá-lo e deitar junto à sua fogueira . Madjnun começou a  compor poemas que mencionavam o nome de Layli e não tardou que os estranhos de passagem os memorizassem e os levassem consigo para outros acampamentos beduínos. Sendo assim o nome de Layli foi ouvido por toda a parte e seus pais decidiram que estava na hora de casá-la.

O tempo passa, e Ebn-e Salaam aproveita a oportunidade e retorna a pedir a mão de Layli, e desta vez ele é bem sucedido. Eles se casam ​​e ele leva Layli para a casa dele. Madjnun fica arrasado quando ouve as notícias e afunda ainda mais dentro de si mesmo, se recusando a voltar para a casa de sua família.

O pai de Madjnun morre com o coração partido. Madjnun tinha sido seu único filho, e ele o amava muito.
Madjnun é dilacerado com a notícia da morte de seu pai e volta para a vida selvagem entre os animais selvagens.

Embora sendo uma mulher casada, Layli não esqueceu Madjnun, e seu amor por ele é tão forte quanto antes. Ela manda uma carta para Madjnun tentando consolá-lo após a morte de seu pai. Ela também explica que o marido sabe que ela não o ama e ela será sempre fiel a Madjnun.

Pouco depois, a mãe de Madjnun também morre e Layli envia-lhe uma mensagem através de um velho homem que conheceu em suas andanças, para que Madjnun venha visitá-la. E assim os amante conseguem ver um ao outro mais uma vez. No entanto, o marido de Layli que sempre a amou, e sabendo que ele nunca poderia ganhar seu amor, adoece e morre. A tradição exige que uma viúva deve permanecer em sua casa por dois anos e sem ver ninguém nesse período. Layli não pode suportar a idéia de viver sem Madjnun por mais tempo e consumida pela tristeza, ela morre. Quando Madjun ouve a notícia da morte Layli, seu mundo chega ao fim. Ele visita seu túmulo, chora desesperadamente e morre.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Os últimos dias de Elvis

Nesta postagem vou falar de um cantor que poucos sabem, mas gosto muito. Elvis Aaron Presley sempre me causou  distinta fascinação. Desde adolescente, após assistir um filme biográfico, que costumava passar nas tardes do SBT, intitulado "Elvis e eu", desenvolvi verdadeira curiosidade sobre o "rei do rock".

Não vou me ater profundamente em sua biografia, pois há diversas fontes que podem lhes trazer informações  mais completas. O que me proponho agora é fazer uma breve análise sobre seus últimos dias.


Ao assistir o vídeo "Aloha from Hawaii", de 1973, tive a nítida impressão que em sua tocante interpretação da música "My Way", imortalizada por Frank Sinatra, ele fazia um balanço de sua vida. É claro que isso não passa de uma mera sugestão de minha parte, já que a letra não é de sua composição. Apenas chamo a atenção para a coincidência de alguns fatos que me levaram a fazer um paralelo entre a vida do cantor e a música.

Aloha From Hawai foi assistido por mais de 1 milhão de pessoas via satélite na TV no mundo inteiro, em Janeiro de 1973. Nesse show, Elvis ainda apresentava-se em forma, muito bonito, vestido em sua roupa especial branca, anéis, cinturão e uma capa.

Entretanto, após o show do Hawai, Elvis pareceu perder o viço e sua carreira começou a se repetir tanto em shows, quanto nos álbuns. O que ocorria  era que os problemas de saúde também se tornam cada vez mais constantes e embora o rei sempre tenha sido um homem vaidoso, as coisas já estavam fugindo do seu controle no aspecto físico e psicológico. Como tinha dificuldades para dormir, ele trocava a noite pelo dia e abusava de calmantes para dormir, sofria de hipertensão, pois engordara muito.

O divórcio, também em 1973, lhe causou extremo transtorno pessoal. Soube-se que Pricilla teve um caso extra-conjugal com seu professor de caratê. Elvis praticou a arte marcial por 20 anos, chegando a se tornar  faixa preta. 

Poucos sabem que, de certa forma, Elvis já imaginava que não viveria por muito tempo, tanto que no mesmo ano de seu falecimento, já havia preparado um testamento, em que os principais favorecidos foram seu pai e sua única filha. No reveillon de 76, o cantor realizou um show de fim de ano e após o concerto, confidenciou a pessoas próximas que achava que não viveria até 50 anos. Como tinha uma forte espiritualidade, talvez o cantor pressentiu sua morte chegando.

Na noite anterior a sua morte, Elvis resolveu ficar em casa. Sua namorada na época, Ginger Alden, disse que Elvis só conseguiu dormir por volta das 9h da manhã do dia 16. Ela ainda pediu para que ele não ingerisse remédios para dormir. Ele a tranquilizou dizendo que estava tudo bem e mais tarde acordou-se e foi ler no banheiro, sendo somente mais tarde encontrado desfalecido. Apesar de tentar ser reanimado, já não havia mais o que ser feito e o rei do rock foi declarado morto no dia  16 de agosto de 1977.  

Desde então Elvis se eternizou como um mito. E nunca houve mais ninguém que chegasse perto do que foi um dia o fenômeno Elvis Presley.

E é com esta frase de John Lennon que eu finalizo esta postagem. "Antes de Elvis não existia nada" O que de certa forma, não deixa de ser verdade.

Você faria igual?

Esta postagem eu dedico para as pessoas emotivas, sensíveis e que se dispõem a enxergar a vida como algo ambivalente.

Não precisa ser romântico nem estar apaixonado, basta apenas ver o lado humano, que é o que estou querendo lhes mostrar.

Este vídeo é muito emocionante, se vocês não chorarem é porque não tem coração... Brincadeira!

Trata-se de uma bonita história de amor, para aqueles que gostam, certamente causará comoção. A música do filme é tocante, chama-se "Because I'm Girl", do grupo coreano Kiss. Certamente acharam também um pouco triste, mas vale a pena assistir, tem um final surpreendente.

A produção é coreana, bem com os atores.

Bom para refletir o que algumas pessoas fazem por amor ao próximo. Assistam, reflitam e me respondam:
Quem seria capaz?


10 dicas de beleza de Audrey Hepburn

Audrey Hepburn foi sinônimo de classe e beleza para muitas gerações.

A bonequinha de luxo, que ganhou este apelido depois de estrelar um filme com esse nome, em 1961, é inegavelmente um exemplo de estilo. O "pretinho básico", criado pela estilista francesa Coco Chanel, foi imortalizado no corpo de Audrey Hepburn.

A atriz, que até hoje representa o luxo e a elegância, engajou-se em causas humanitárias e tornou-se embaixadora da Unicef, antes de sua morte. Seu nome ainda está está ligado as causas sociais, a partir de uma fundação, criada por seus filhos. Audrey Hepburn morreu aos 63 anos, em 1993 devido a um câncer no apêndice.



Hepburn em "Bonequinha de Luxo"


Como já havia uma vez demonstrado em minhas postagens, minha admiração pela atriz, resolvi postar este inteligente texto criado por ela, que muito nos ensina sobre a beleza, que antes de qualquer coisa, deve ser interior.

1. Para ter lábios atraentes, diga palavras doces.
2. Para ter olhos belos, procure ver o lado bom das pessoas.
3. Para ter um corpo esguio, divida sua comida com os famintos.
4. Para ter cabelos bonitos, deixe uma criança passar seus dedos por eles
pelo menos uma vez por dia.
5. Para ter boa postura, caminhe com a certeza de que nunca andará sozinho.
6. Pessoas, muito mais que coisas, devem ser restauradas, revividas, resgatadas e redimidas; jamais jogue alguém fora.
7. Lembre-se que, se alguma vez precisar de uma mão amiga, você a encontrará no final do seu braço. Ao ficarmos mais velhos, descobrimos porque temos duas mãos, uma para ajudar a nós mesmos, a outra para ajudar o próximo.
8. A beleza de uma mulher não está nas roupas que ela veste, nem no corpo que ela carrega, ou na forma como penteia o cabelo. A beleza de uma mulher deve ser vista nos seus olhos, porque esta é a porta para seu coração, o lugar onde o amor reside.
9. A beleza de uma mulher não está na expressão facial, mas a verdadeira beleza de uma mulher está refletida em sua alma. Está no carinho que ela amorosamente dá, na paixão que ela demonstra.
10. A beleza de uma mulher cresce com o passar dos anos.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Divagações de um aparelho dental

Hoje foi meu último dia como uma mulher que usa aparelho nos dentes! E hoje também foi meu primeiro dia como uma mulher com dentes novos!

E pensar que há dois anos atrás estive por aqui relatando minhas agruras com o aparelho dental , pois no início confesso que foi bem penoso.

Nutri muitos sentimentos ambivalentes em relação a meu aparelho, mas confesso que hoje, ao tirá-lo foi custoso despedir-me dele. Apesar de estar ansiosa para ver os novos resultados, receei olhar-me no espelho sem meu companheiro de bons e maus momentos. Afinal de contas, ele esteve comigo por dois anos! E digo mais este foi um dos meus relacionamentos que mais deram certo. (risos)

Todo início de relacionamento tem suas expectativas e conflitos e no fim há apreensão, receio da novidade. Diante desta perspectiva, só posso exprimir que meus sentimentos hoje são semelhantes a um relacionamento que termina para dar lugar a outro.

Não pensem vocês que estou sendo dramática, ou na pior das hipóteses, que eu alcancei a insanidade. Isto trata-se apenas de uma analogia que estou fazendo. São apenas divagações sobre um aparelho fixo dental!

P.S.: Como na primeira vez em que divaguei sobre meu aparelho em uma de minhas postagens, o que posso lhes dizer novamente o quanto é difícil me adequar a uma nova realidade.

O mais engraçado de tudo agora é sorrir, olhar-me no espelho e ter a falsa impressão de que meus dentes cresceram, o que é obvio, não passa de uma grande bobagem. Tudo é questão de costume!