quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Divagações de um aparelho dental

Hoje foi meu último dia como uma mulher que usa aparelho nos dentes! E hoje também foi meu primeiro dia como uma mulher com dentes novos!

E pensar que há dois anos atrás estive por aqui relatando minhas agruras com o aparelho dental , pois no início confesso que foi bem penoso.

Nutri muitos sentimentos ambivalentes em relação a meu aparelho, mas confesso que hoje, ao tirá-lo foi custoso despedir-me dele. Apesar de estar ansiosa para ver os novos resultados, receei olhar-me no espelho sem meu companheiro de bons e maus momentos. Afinal de contas, ele esteve comigo por dois anos! E digo mais este foi um dos meus relacionamentos que mais deram certo. (risos)

Todo início de relacionamento tem suas expectativas e conflitos e no fim há apreensão, receio da novidade. Diante desta perspectiva, só posso exprimir que meus sentimentos hoje são semelhantes a um relacionamento que termina para dar lugar a outro.

Não pensem vocês que estou sendo dramática, ou na pior das hipóteses, que eu alcancei a insanidade. Isto trata-se apenas de uma analogia que estou fazendo. São apenas divagações sobre um aparelho fixo dental!

P.S.: Como na primeira vez em que divaguei sobre meu aparelho em uma de minhas postagens, o que posso lhes dizer novamente o quanto é difícil me adequar a uma nova realidade.

O mais engraçado de tudo agora é sorrir, olhar-me no espelho e ter a falsa impressão de que meus dentes cresceram, o que é obvio, não passa de uma grande bobagem. Tudo é questão de costume!

Nenhum comentário:

Postar um comentário